segunda-feira, 31 de outubro de 2016

FIQUE POR DENTRO DO QUE ESTA ROLANDO NO MUNDO DA MULHER MARAVILHA


Mulher-Maravilha será Embaixadora Oficial da ONU. Nem Lynda Carter, nem Gal Gadot, nem os criadores William Moulton Marston e Harry G. Peter ou os roteiristas. A personagem. A própria.

A Organização das Nações Unidos emitiu uma declaração anunciando que a Mulher-Maravilha será Embaixadora Honorária para o Empoderamento de Mulheres e Garotas. O título será oficializado em um evento no dia 21 de outubro, marcando as comemorações do aniversário de 75 anos da personagem. 

A nomeação torna a personagem o rosto de um dos objetivos dentro da campanha global da ONU de Desenvolvimento Sustentável. Ela representa a questão que busca igualdade de gênero e empoderamento para as mulheres. E quem melhor do que a Mulher-Maravilha para representar o poder feminino?

A personagem voltará aos cinemas no filme-solo de Gal Gadot em 1º de junho de 2017. 
Para celebrar os 75 anos da Mulher-Maravilha, Zack Snyder revelou uma nova imagem de Gal Gadot em  Liga da Justiça:

(foto: Divulgação)
A revista Entertainment Weekly elegeu os 50 super-heróis mais poderosos (e influentes) do mundo na edição que chegou às bancas dos Estados Unidos nessa sexta-feira (14). Segura essa marimba: a grande campeã foi a Mulher-Maravilha. Em quinto Wolverine, quarto Super-Homem, terceiro Batman e em segundo o Homem-Aranha.
Para chegar na lista dos 50 super-heróis mais poderosos, a publicação e o júri criou um sistema de 100 pontos que avaliou cada personagem em nove categorias: impacto cultural, quanto dinheiro gira em torno do personagem, design, relevância moderna, mitologia do personagem, produtos que copiam o personagem, originalidade, personalidade e poderes.
A Mulher-Maravilha  comemora seu 75º aniversário como um ícone feminista. Segundo os argumentos da revista, a Mulher-Maravilha representa algo que é maior do que o Homem-Aranha ou Batman. Ela é uma inspiração para cada menina que gostaria de salvar o mundo.

 A DC Comics já revelou que a personagem é bissexual e estende a sua representatividade para o universo LGBT. E a própria ONU homenageará a personagem e a nomeará embaixadora honorária, no lançamento de um novo plano global de desenvolvimento sustentável voltado para o empoderamento das mulheres. Decididamente, a Mulher-Maravilha não é fraca, viu?
É possível que as atrizes Gal Gadot e Lynda Carter que interpretam a personagem no cinema estejam presentes na cerimônia. O filme solo da Mulher-Maravilha tem estreia prevista para 1º de junho de 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário