terça-feira, 4 de outubro de 2016

DOSSIE ___ BUCK ROGER A BIOGRAFIA

 

Gil Gerard e Erin Gray em 'Buck Rogers no Século 25' (Fotos: NBC/Arquivo)
Gil Gerard e Erin Gray em ‘Buck Rogers no Século 25′ (Fotos: NBC/Arquivo)
Personagem que surgiu nos quadrinhos, Buck Rogers ganhou duas versões televisivas, sendo a mais lembrada aquela que foi produzida por Glen A. Larson na década de 1970.
Na época, Larson era um dos ‘Midas’ da TV, visto que tudo que produzia fazia sucesso. Bom, quase tudo,Buck Rogers no Século 25 não chegou a ser um grande sucesso junto à crítica, mas conquistou uma boa popularidade entre os fãs. No Brasil, ela foi exibida nas tardes de domingo da Rede Globo.
Criado por Phillip Francis Nowlan, Rogers estreou na revista Amazing Stories em 1928. O sucesso o levou a estrelar sua própria HQ e programas de rádio, lá pelos anos de 1930, seguida de uma série cinematográfica nos anos de 1940, com Buster Crabbe; uma série de TV estreou na década de 1950, estrelada por Ken Dibbs e depois Robert Pastene.
O sucesso do primeiro filme de Guerra nas Estrelasabriu as portas para outras produções sobre aventuras espaciais. Assim, em 1979 estreou piloto da série Buck Rogers no Século 25Produzido pela rede NBC, o filme foi exibido primeiro nos cinemas e depois na TV (em duas partes).
A história é situada em um futuro próximo, neste caso, 1987. O Coronel William Buck Rogers (Gil Gerard) inicia uma viagem ao espaço mais profundo. Mas um erro de cálculo fez com que a nave fosse tirada de sua trajetória, ficando em uma órbita na qual Buck permaneceu congelado por 500 anos.
(E-D) Twiki, Wilma Deering, Dr. Goodfellow e Buck Rogers. (Foto: Herb Ball/NBC/Arquivo)
(E-D) Twiki, Wilma Deering, Dr. Goodfellow e Buck Rogers. (Foto: Herb Ball/NBC/Arquivo)
Ele então é resgatado pela nave da Princesa draconiana Ardala (Pamela Hensley), que está negociando um acordo de paz com a Terra em nome de seu povo. Acordando em um mundo completamente diferente daquele que conhecia, Buck descobre que a sociedade da Terra foi reconstruída após ter sido devastada por um conflito nuclear. Agora dominada pela tecnologia, a sociedade que se formou tem pouca lembrança de como a Terra era antes da destruição.
Inicialmente, Buck é visto como uma ameaça à segurança da Terra quando acusa Ardala de planejar um ataque, utilizando o acordo de paz como disfarce. Julgado por traição, ele é condenado pelo Diretório de Defesa da Terra. Mas o Dr. Elias Huer (Tim O’Connor), a Coronel Wilma Deering (Erin Gray) e o computadorizado Dr. Theophilus (voz de Eric Server), temendo que o Diretório esteja cometendo um erro, decidem oferecer a Buck a oportunidade de provar suas acusações.
Assim, tendo como ajudante o autômato Twiki (corpo de Felix Silla e voz de Mel Blank e Bob Elyea), Buck consegue desmascarar Ardala, que se torna obcecada por este estranho homem da Terra. Enquanto isso, acreditando que Buck poderá contribuir com a Defesa da Terra, o Diretório o convida a participar da equipe comandada por Deering.
Quando entrou na segunda temporada, a série sofreu um atraso na produção devido a uma greve de roteiristas. Neste meio tempo ocorreram várias mudanças criativas. As histórias passaram a ser situadas a bordo de uma nave de pesquisa, cuja missão é encontrar grupos de humanos que possam ter se desgarrado da Terra após a guerra.
Erin e Gil em 2010 (Foto: Frazer Harrison/Getty)
Erin e Gil em 2010 (Foto: Frazer Harrison/Getty)
A nave está sob o comando do Almirante Asimov (Jay Garner) e conta com o suporte científico do brilhante Dr. Goodfellow (Wilfrid Hyde-White) e seu robô Aristóteles (nome na dublagem em português, porque em inglês era Crichton). Durante uma de suas aventuras, Buck encontra Falcão (Thom Christopher), meio-homem, meio pássaro, supostamente o último indivíduo de sua raça, que se junta ao grupo na esperança de encontrar outros de sua espécie.
A audiência despencou e a série foi cancelada com apenas onze episódios produzidos para a segunda temporada. No total, Buck Rogers no Século 25 teve trinta e sete episódios. A série completa foi lançada em DVD nos EUA em 2004.
Desde o cancelamento da produção, os atores continuaram seguindo com suas carreiras, fazendo participações especiais ou estrelando novas séries e até webséries. Alguns já faleceram, como é o caso de Blanc (1908-1989), Garner (1929-2011), Hyde-White (1903–1991) e Michael Ansara (1922–2013), que interpretou Kane, assistente de Ardala na série.

Gil Gerard – Antes de ser ator, Gerard trabalhava como químico industrial em uma grande empresa do Arkansas, estado onde nasceu. Mas por não ter um diploma na área, ele não poderia subir de cargo.
Ao invés de voltar para a faculdade, Gerard decidiu largar tudo e se mudar para Nova Iorque, onde se formou ator pela American Music and Dramatic Academy, trabalhando como motorista de táxi para pagar as contas. Depois de estrelar centenas de comerciais, Gerard começou a ser chamado para pequenos papéis em filmes, como Aeroporto 77, e participações especiais em episódios de séries, como Os Pioneiros, Baretta e Havaí 5-0, bem como na novela The Doctors.
O sucesso veio com Buck Rogers, papel que marcou sua carreira e pelo qual é conhecido até hoje. Com o fim da série em 1981, Gerard estrelou alguns telefilmes e as séries O Pequeno Mestre/Sideckicks (1986-1987), ao lado de Ernie Reyes Jr.; Sinal de Vida/Nightingales (1989) E.A.R.T.H. Force (1990). Ao longo dos anos, ele fez poucas participações especiais, entre elas, Pacific Blue, The Big Easy, Brotherley Love e Drop Dead Diva. Ele também esteve na websérie Star Trek: New Voyages, produzida por fãs deJornada nas Estrelas.
Em 2005, formou a produtora Prudhomme Productions, com a qual produziu peças de teatro e filmes independentes. Em 2007, Gerard e Erin Gray voltaram a atuar juntos no telefilme Nuclear Hurricane; em 2009, eles se reuniram novamente para o piloto da websérie James Cawley’s Buck Rogers Begins, na qual interpretaram os pais de Buck.
Gil em 2016.  (Foto: Mark Sagliocco/Getty)
Gil em 2016. (Foto: Mark Sagliocco/Getty)
Lutando contra o peso, Gerard fez em 2005 uma cirurgia bariátrica. O processo de perda de peso do ator foi documentado pelo Discovery Health Channel, com o programa Action Hero Makeover.
Entre 1979 e 1987, ele foi casado com a atriz Connie Selleca (Super-Herói Americano), com quem tem um filho, o ator Gib Gerard.
Atualmente com 73 anos de idade, Gerard participa de convenções, nas quais se encontra com fãs; e poderá ser visto em dois filmes ainda inéditos: Surge of Power: Revenge of the Sequel e The Dragons of Melgor.
Se desejarem acompanhar a carreira do ator, ele mantém uma página oficial na Internet.

Erin Gray – Antes de ser atriz, Erin foi modelo da L’Oreal, Max Factor e Bloomingdale’s por dez anos. No final da década de 1960, ela estreou na TV como dançarina no programa de variedades Malibu U. A carreira de atriz iniciou alguns anos depois, com participações especiais em séries, como Maude, Os Novos Centuriões/Police Story e a minissérie Noites em Bizâncio/Evening in Bizantinum, sobre terroristas que invadem o festival de Cannes.
Em 1978, ela assinou um contrato de sete anos com a Universal, o que a levou a estrelar Buck Rogers. Com o fim da série, ela fez participações especiais em outras produções, como Magnum, Vega$, Carga Dupla/Simon and Simon, Duro na Queda, A Ilha da Fantasia, O Barco do Amor, Assassinato por Escrito e outras, bem como uma participação recorrente em Baywatch.
A atriz voltou a fazer sucesso com a sitcom Silver Spoons, comédia familiar na qual foi a mãe do personagem interpretado por Ricky Schroder, na época um pré-adolescente. Ela também teve participações recorrentes na versão de Starman para a TV, na qual interpretou Jenny, a mulher com quem um alienígena (vivido por Robert Hays) tem um filho.
Erin em 2014 (Foto: Albert L. Ortega/Getty)
Erin em 2014 (Foto: Albert L. Ortega/Getty)
Atualmente com 66 anos de idade, Erin continua mantendo sua carreira de atriz, tendo feito participações especiais em webséries e telefilmes.
A atriz também tem uma empresa chamada Heroes for Hire, que agencia atores que fazem ou fizeram sucesso em filmes e séries para aparecer em convenções, palestras e eventos de caridade.
Entre seus clientes estão Bruce Campbell, Carrie Preston, David Morrissey, Edward James Olmos, Elijah Wood, Ernie Hudson, Erica Durance, Gwendonline Christie, Ion Gruffudd, Jason Isaacs, Katie Cassidy, Lee Majors, Lee Meriwether, LeVar Burton, Lindsay Wagner, Lucy Lawless, Natalie Dormer, Nichelle Nichols e Stan Lee, entre outros. Além de atriz e empresária, Erin também é professora de Tai Chi Chuan.
Entre 1968 e 1990, Erin foi casada com Ken Schwartz, com quem teve um filho, Kevan Gray Schwartz. Em 1991, se casou com o diretor de fotografia Richard Hissong, com quem tem uma filha, Samantha Gray Hissong. Hissong e o filho Kevan trabalham com Erin na agência Heroes for Hire.

Tim O’Connor – O ator já era um veterano quando integrou o elenco da primeira temporada de Buck Rogers no Século 25. Ele iniciou sua carreira artística no teatro, logo após a 2ª Guerra Mundial.
Na década de 1950, O’Connor já estava fazendo participações especiais em teleteatros e séries de TV. Entre 1964 e 1968, integrou o elenco de Caldeira do Diabo/Peyton Place, que o tornou um nome conhecido do grande público.
Tim em 2004 (Foto: Jeff Kravitz/FilmMagic, Inc)
Tim em 2004 (Foto: Jeff Kravitz/FilmMagic, Inc)
Depois de fazer participações em episódios de dezenas de séries produzidas entre as décadas de 1960 e 1970, O’Connor foi contratado para integrar o elenco de Buck Rogers no Século 25. Seu personagem deixou a trama quando a série foi renovada para a segunda temporada, o que o levou voltar ao circuito de participações especiais, incluindo uma recorrente em Dinastia.
Em paralelo à TV, O’Connor fez alguns trabalhos no cinema, mas se manteve mais ativo no teatro, onde durante muitos anos foi diretor do The Foothill Theater Company, em Nevada, até seu fechamento. Atualmente, aos 89 anos de idade, ele faz trabalhos esporádicos, sendo o mais recente o filme independente Dreams Awake, de 2011, no qual atuou ao lado de Erin Gray.
Entre 1957 e 1974, ele foi casado com a atriz Mary Foskett, com quem teve um filho. Atualmente, é casado com Sheila MacLurg O’Connor.

Pamela Hensley – Antes de ficar famosa como a sedutora e diabólica Ardala, Pamela fazia participações especiais em episódios de séries de TV, tendo sido vista em Kojak, Toma, Adam-12, Emergência, Casal McMillan, Têmpera de Aço e Arquivo Confidencial, entre outras.
A atriz também integrou o elenco da última temporada da série médica Marcus Welby e estrelou Kingston: Confidential, ao lado deRaymond Burr, sobre um grupo de jornalistas que solucionam crimes.
E. Duke Vincent e Pamela Hensley em meados de 2014. (Foto: CelebrateGreece.com)
E. Duke Vincent e Pamela Hensley em foto mais recente. (Foto: CelebrateGreece.com)
Depois de Buck Rogers no Século 25, Pamela voltou a fazer sucesso com a sérieCaixa Alta/Matt Houston (1982-1985) sobre um milionário que, como hobby, soluciona crimes, tendo como auxiliar uma advogada interpretada por Pamela.
Pelo que se sabe, este foi o último trabalho dela como atriz. Pamela se afastou da carreira para se dedicar ao casamento com o produtor E. Duke Vincent, com quem vive desde 1982.
Em 2004, ela lançou um livro de culinária judaica e italiana, The Jewish-Sicilian Cookbook, que traz receitas da família de Pamela (de origem judaica) e da família de Vincent (de origem italiana).
Pamela fará 66 anos de idade amanhã, dia 3 de outubro.

Thom como Falcão em 'Buck Rogers no Século 25' (Foto: NBC/Arquivo)
Thom como Falcão em ‘Buck Rogers no Século 25′ (Foto: NBC/Arquivo)
Thom Cristopher – Visto na série apenas na segunda temporada, quando interpretou Falcão, Thom fez poucos trabalhos na TV. Ele iniciou sua carreira no teatro, chegando na televisão no início da década de 1970. Antes de Buck Rogers no Século 25, foi visto em episódios de Bronk, Cannon, Os Novatos, Harry O e Kojak.
Durante a produção de Buck Rogers no Século 25, Thom chegou a ser sondando pelos produtores sobre seu interesse de estrelar uma spinoff. A ideia era produzir uma série com o personagem Falcão, narrando sua trajetória. Mas o cancelamento da série levou ao arquivamento do projeto de Hawk.
Thom em foto mais recente. (Foto via IMDB)
Thom em foto mais recente. (Foto via IMDB)
Apesar de ainda ser lembrando por seu trabalho em Buck Rogers no Século 25, Thom é mais reconhecido pelos fãs de novelas, formato com o qual foi indicado ao Emmy algumas vezes, tendo ganho em uma ocasião. Além de ter passado pelo elenco de Loving e The Edge of the Night, Thom integrou o elenco da novela One Life to Live entre 1990 e 2008.
Atualmente, com 75 anos de idade, Thom vem se dedicando ao teatro. Entre as montagens em que atuou estão O Mercador de Veneza, Kiss, Me Kate, A Noviça Rebelde (1993), Trumbo (2008) e Black-Tie (2012).
O ator é casado com a atriz e escritora Judith Leverone desde 1971.

Nenhum comentário:

Postar um comentário