segunda-feira, 5 de setembro de 2016

OS DOIS LADOS DO DISFARCE DE CLARK KENT

 

Pesquisadores da Universidade de Nova York estão afirmando que até dá para confundir Clark com Superman, só por causa do acessório

Super-Homem tirando o disfarceReprodução | DC Comics
Publicidade
Todo mundo sabe de quem é o pior disfarce de Super-heróis já feito: não é de um pássaro, nem de um avião. Clark Kent, por algum motivo, consegue voar por Metrópolis com uma cueca sob o collant, sem usar nenhuma máscara, e ninguém - nem mesmo o amor da sua vida - o reconhece. Tudo por causa de um par de óculos. Até mesmo o intérprete do herói, Henry Cavil,  que acha a ideia uma forçação de barra. Eis que pesquisadores da Universidade de Nova York apareceram para defender o Homem de Aço. Eles conseguiram provar que o disfarce do óculos, na verdade, pode até funcionar.
O estudo funcionou da seguinte forma: pesquisadores mostravam duas fotos lado a lado por vez para cada um dos 52 participantes, que tinham que responder se as fotografias mostravam, ou não, a mesma pessoa. As imagens comparavam pessoas sem óculos com pessoas sem óculos, pessoas com óculos com pessoas com óculos, e pessoas sem óculos com pessoas com óculos. O pessoal, em geral mandou bem. A média de acertos girava em torno dos 80%. O detalhe é que, quando as fotografias comparavam alguém usando óculos com outra pessoa sem o acessório (exatamente o caso de Clark/Superman), os acertos caiam cerca de 6%. É a kriptonita de quem adora criticar o disfarce do Super-Homem.
E não subestime os 6%. "Uma queda de seis por cento na performance pode não parecer muita coisa, mas se você considerar o número de pessoas que passam pelo controle de passaportes do aeroporto de Atlanta todo ano - mais de 100 milhões - 6% significam 6 milhões de identificações mal feitas", afirmou à CNNpsicólogo da Universidade de Nova York e coautor do estudo.
r a barra dos quadrinhos, os pesquisadores acreditam que o estudo possa ajudar a aprimorar as políticas de identificação e análise de rostos - principalmente quando a pessoa não usa óculos na carteira de identidade, mas está com ele no rosto quando precisa ser identificada.
"Ainda assim achamos difícil de acreditar que os habitantes de Metrópolis não seriam capazes de relacionar Clark Kent com as várias aparições de Superman nos jornais e televisão", escreveram os responsáveis pelo estudo na conclusão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário