quarta-feira, 11 de março de 2015

PRODUÇÕES DE SUPER HERÓIS COMO VOCÊIS NUNCA VIRAM DE DÁ RISADA


A Turquia pode até ser admirada no circuito cult pelo seu cinema de arte. Mas é  inegável que o país é um dos maiores produtores de filme trash do planeta. E quando o assunto é “adaptação” de personagens de quadrinhos, essa produção é bastante prolífica.
O resultado é risí­vel, mais para quem assiste e menos para os detentores dos direitos sobre os personagens, que veem suas crias protagonizando filmes não autorizados, dos quais jamais receberão um centavo sequer de royalties.
Muitas dessas produções turcas podem ser baixadas em sites dos Estados Unidos (com legendas em inglês). Para quem quiser arriscar, é melhor conferir, a seguir, algumas considerações sobre os filmes mais “interessantes”. Mas contenha o riso… ou o asco.
3 Dev Adam (Três homens poderosos): Um Homem-Aranha ladrão e assassino aterroriza Istambul, a capital turca. Mas o Capitão América está ali para dar um fim à loucura do vilão. Unindo forças com o paladino da justiça está Santo – um herói de luta-livre bastante famoso no México em séries de TV e quadrinhos, além de uma versão animada exibida em 2006 no Cartoon Network. Um crossover para lá de esquisito! Destaque para as lutas de caratê (!) entre o Aranha e o Capitão.
Superadam Istanbulda (Superman em Istambul): O Homem de Aço combate o crime usando uma máscara e saltando edifícios graças a uma providencial corda amarrada ao seu corpo, que o editor de imagens do filme esqueceu de apagar.
3 Dev Adam Superadam Istanbulda
3 Dev Adam
3 Super Adam (Três Super-Homens): Isso mesmo: três heróis com um visual que mistura Superman com Fantasma. Mas quem liga para isso com tanta cena de nudez realizada por uma das vilãs do filme?
Kizilmaske (Fantasma): Essa doeu. Foram dois filmes, em 1968, estrelados pelo Fantasma. Um deles com altas doses de erotismo. O que diria Lee Falk se soubesse o que o pigmeu Guran faz com Diana enquanto o Espí­rito-que-Anda não está olhando?
Superadam Donuyor (O Retorno do Superman): Que ousadia! O filme foi produzido em 1979, na esteira do primeiro longa-metragem do Homem de Aço de Christopher Reeve. O roteiro foi seguido à risca, interpretado por um punhado de atores de quinta categoria. A trilha sonora original também foi inteiramente usada na produção. E atenção para a cena de abertura: o espaço sideral foi simulado com um pano de veludo preto e as estrelas nada mais eram que bolinhas de árvore de natal, em que se podia ver refletida a equipe de filmagem.
3 Super Adam
Kizilmask
Superadam Donuyor
Zagor: Três filmes produzidos entre 1970 e 1971. Pode-se dizer que a caracterização dos personagens, nesse caso, é bem fiel aos quadrinhos. Os longas-metragens até fizeram sucesso na Turquia, mas será que mais alguém consegue não torcer o nariz para um western falado em turco, cujos atores atuam como em uma novela mexicana?
Para hindu ver
Engana-se quem pensa que o cinema turco é o que produz as melhores pérolas, quando o assunto é usar descaradamente os mais famosos super-heróis dos quadrinhos em filmes de qualidade sofrível. Ao que parece, a Índia também tem o que mostrar nesse quesito.
Graças ao  YouTube, trechos de algumas dessas produções indianas estão disponíveis para fazer rir qualquer fã que tenha humor descontraído o suficiente para não se importar em ver seus personagens favoritos em situações ridículas e constrangedoras.
É o caso de um musical grotesco que mostra o Superman e uma figura que gentilmente pode ser chamada de Mulher-Aranha em cenas hilárias, com desconcertantes danças coreografadas, interrompidas apenas para que os heróis detonem alguns bandidos de quinta categoria em uma luta ainda mais bizarra. A propósito, nesse crossover não oficial os dois personagens fazem um par romântico.
O destaque desse filme, como não poderia deixar de ser, fica por conta dos efeitos especiais tão horríveis quanto hilários.
Superman Indiano
Entretanto, a disputa está acirrada, dentre os mais engraçados. Há outro filme indiano que apresenta uma versão ainda mais barata do Homem de Aço. Como de praxe, os efeitos medíocres chamam a atenção, mas o divertido mesmo é apreciar o visual desse Superman, que tem o topete e as costeletas do rei do rock Elvis Presley e a barriga acentuada do Batman de Adam West.
E não se pode esquecer do Homem-Aranha italiano, cujos trechos do filme costumam frequentar as redes sociais de tempos em tempos, provocando boas risadas.
Já o mexicano Batwoman – La Mujer Murcielago, de 1968, faz os marmanjos esquecerem as risadas e prestar atenção nas curvas exuberantes da atriz Maura Monti, que encarnou a super-heroína em um reduzido uniforme, composto por capuz, capa e… biquíni.
Batwoman - La Mujer Murcielago
O universo do Cavaleiro das Trevas também é revisitado em dois filmes filipinos: James Batman, de 1966 (o título fala por si só, mas vale a pena ver o longa-metragem na íntegra para rir um pouco mais) e o musical Alyas Batman en Robin, do início da década de 1990, uma vergonha alheia em alta escala, que conta ainda com a participação de Mulher-Maravilha, Superman e até de um Homem-Aranha anão.
Mas foi Space Warriors 2000 (1985), “superprodução” realizada em conjunto por Japão, Tailândia e Estados Unidos, que exagerou. O filme usou várias cenas originais dos episódios de Ultraman, redubladas e misturadas com gravações próprias, para formar um novo longa-metragem – com os piores efeitos especiais possíveis -, exibido descaradamente na TV. A Tsuburaya Productions, detentora dos direitos sobre o personagem Ultraman, entrou imediatamente com um processo contra os produtores dessa aberração.
James Batman
Alyas Batman en Robin
Fanfilms
O que dizer de uma partida de vôlei entre as duplas Thor/Estrela Polar e Homem-Aranha/Namor, cujo árbitro é Charles Xavier? No caso desse inusitado fanfilm, a resposta é curta e simples: hilário!
Em pouco mais de dois minutos, Superheroes Top Gun apresenta os personagens da Marvel, nada imponentes e bastante franzinos, mostrando suas (poucas) habilidades no esporte, sem esquecer de usar os poderes e revelar preferências sexuais (vide Estrela Polar passando a mão no traseiro de Thor durante a comemoração de um ponto).
Outra divertida produção é Deadbeat Superheroes, na qual Namor, Nick Fury, Thor e Charles Xavier têm que passar o dia com seus filhos ilegítimos e protagonizam as situações mais ridículas, tudo com uma trilha sonora que faz rir por parecer séria naquele contexto.
Superheroes Top Gun
No final do vídeo de quase três minutos de duração, uma mensagem em caracteres alerta: “Lembrem-se, heróis reais. Não abandonem seus filhos indesejados”. E completa: “Capitão América, estamos falando de você”.
Mas se alguém quiser ver os super-heróis ridicularizados ao máximo, o melhor é assistir a Superhero Birthday Party. Ali, Hulk, Homem-Aranha, Thor e outros comemoram o aniversário de Charles Xavier à beira de uma piscina. Vale destacar Estrela Polar e a piada óbvia da salsicha na churrasqueira, além do Professor X, completamente embriagado, atacando psiquicamente um convidado da festa.
Iron Man 3 Parody
Há ainda uma recente produção tailandesa que, embora seja propositadamente uma paródia, garante a diversão pelo exagero dos “defeitos visuais”. Afinal, como não rir de Iron Man 3 Parody, com o Homem de Ferro usando uma armadura feita de papelão e outras que não passam de pinturas corporais?
Pipocas e refrigerantes a postos, agora é só curtir essas pérolas do cinema trash e desencanar com as inusitadas “homenagens” aos super-heróis dos quadrinhos.
Marcus Ramone fez o papel do Dr. Manhattan num filme caseiro, mas já mandou tirar o vídeo da internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário